O motorista estranho

motorista

Essa semana em uma das minhas viagens pelos transportes coletivos da grande Goiânia (andar de ônibus por aqui é quase uma via sacra, sem conforto e segurança. aff!) me deparei com uma situação incomum, pelo menos as pessoas do quotidiano do transporte público não estão acostumadas com esse tipo de situação, eu confesso que fiquei surpreendida com tal ocorrido. Vamos ao fato:

Estava eu esperando o ônibus sentido centro de Goiânia rumo à região metropolitana, Aparecida de Goiânia, e eis que me aparece um ônibus, linha 006 – Veiga Jardim, no qual juntamente com diversos desconhecidos embarquei rumo ao meu destino. Eis que um senhor, simpático, cumprimenta a todos os passageiros que embarcam:

-Boa tarde pessoal, sejam bem vindos! Fiquem à vontade e tenham uma boa viagem!

As pessoas se entreolhavam, achando estranho, pois não estão acostumados com tamanha gentileza, normal nos dias de hoje, onde a vida corrida dá lugar ao stress e irritação, e ser gentil e cortês diante de tudo isso faz de você um ser estranho e anormal, pelo menos era isso que aquele senhor simpático representava naquele momento, um estranho no ninho, nesse caso, um estranho no ônibus 006. A viagem prosseguia e a cada parada o senhor simpático não exitava e continuava a cumprimentar a todos, desejando-lhes boa viagem, ao chegar a um terminal de integração do transporte, onde passageiros ora embarcavam ora desembarcavam, o senhor levantou de seu assento e se apresentou:

– Boa tarde pessoal, meu nome é Roberto, sejam bem vindos, fiquem a vontade e tenham uma boa viagem, vocês são muito importantes para mim!

Nesse momento as pessoas continuavam a se entreolharem, porem se renderam à gentileza do sr. Roberto e o aplaudiram em coro.

É isso ai sr. Roberto, infelizmente vivemos em um mundo em que se acha normal ser arrogante, e descortês, e atitudes como a sua é vista como estranha, anormal…isso é lamentável. Parabéns por sua atitude! Com isso o senhor nos dá um grande exemplo de gentileza e humanidade, mostrando aos seus passageiros e onde quer que o senhor vá que podemos sim ser um DIFERENCIAL! Ganhou o meu respeito e admiração, acredito que naquele momento não somente o meu, mas de vários outros passageiros. Que Deus o abençoe e o ilumine pra que continue distribuindo gentilezas por onde passar, afinal, GENTILEZA GERA GENTILEZA!

Sobre Zena Ribeiro

Ela sai de casa carregando seus sonhos. Ela é intensa em tudo. Ao seu redor o mundo passa, e ela vai levando a vida com toda a sua intensidade, ela até tenta, mas não sabe ser diferente, ou indiferente, não sabe ser meio termo, mais ou menos, um pouquinho... O ritmo dos seus passos revela uma mulher que aparentemente transborda força, mas em seu interior só ela mesma pra saber o quão frágil é, às vezes, mas ela tenta esconder essa fragilidade e na maioria das vezes até consegue. Ela olha em volta com olhos de criança, que descobrem os sentidos da vida a cada dia. Seus passos são firmes, de uma mulher que respeita suas vontades, que escuta seus sentimentos e entende sua força e sempre segue o seu coração. Em sua caminhada percebeu que simples detalhes fazem toda a diferença, guarda cada palavra dita, lembra de cada conversa e imagina o porquê atrás de cada ação. Pensa e repensa o significado de tudo, pode se magoar com uma simples palavra, assim como pode sorrir o dia inteiro também. Por mais que a vida diga não, ela aprendeu que pode ser quem quiser. Aprendeu que não é melhor e nem pior que ninguém, mas também aprendeu a reconhecer seu valor. Depois de tanto tentar se encaixar nos padrões de beleza aprendeu que mulher bonita é a que luta. Que luta sempre e grita quando necessário. Aprendeu a correr atrás dos seus objetivos, mas o mais importante aprendeu a não se culpar quando as coisas não acontecem como planejadas. Ela não aceita galanteios gratuitos, ela não aceita desaforos, ela não aceita que encostem sem sua permissão, ela não aceita que a rotulem, ela não aceita que decidam sobre seu corpo, ela não aceita que decidam sobre sua vida, ela, a pessoa mais importante da sua vida, não aceita.... Ela que todos os dias dorme com a esperança de que amanhã vai ser melhor, ela que é tantas, ela que é todas... Ela sou eu. Todo dia acordo e não sou mais a mesma de ontem, eis a dificuldade de me descrever...
Esse post foi publicado em Vida. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O motorista estranho

  1. Pingback: O motorista estranho | Cosmopolitan Girl

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s